,

,

.

.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

PESQUISA DATA FOLHA: 87% DOS BRASILEIROS DEFENDEM A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL PARA 16 ANOS.


       
imagem retirada da internet
  Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira apontou que 87% dos brasileiros são a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. O número é um pouco maior do que o registrado no último levantamento do instituto sobre o tema, realizado há quase nove anos atrás. Em agosto de 2006, 84% dos entrevistados eram favoráveis à redução. 

      O Datafolha apontou ainda que, entre os favoráveis à alteração, 74% defendem que a redução da maioridade tenha efeito para todos os tipos de crimes. Outros 26% preferem que a medida seja válida apenas para determinados delitos.
          Segundo o levantamento, o maior índice de aprovação à proposta de reduzir a maioridade penal está nas regiões Centro-Oeste, com 93%, e Norte, com 91%. Por outro lado, a rejeição à mudança é maior entre os brasileiros que têm ensino superior (23%) e entre aqueles com renda familiar mensal acima de dez salários mínimos (25%). A pesquisa ouviu 2.834 pessoas em 171 cidades entre os dias 9 e 10 de abril. A margem de erro é de dois pontos.
       Proposta - No momento, uma proposta que reduz a maioridade penal no Brasil de 18 para 16 anos está em discussão na Câmara. A emenda à Constituição está sendo analisada por uma comissão da Casa. O colegiado é formado por 27 titulares e terá até quarenta sessões - cerca de três meses - para votar um parecer final. Em seguida, o texto segue para votação em plenário. Na última segunda, a presidenteDilma Rousseff se pronunciou contra a redução, afirmando que a mudança seria um "grande retrocesso".
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.