,

,

.

.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

POLÍCIA MILITAR DE SANTA MARIA DA VITÓRIA RECUPERA MAIS UM VEÍCULO ROUBADO.

       Hoje dia (14) a Polícia Militar prendeu em flagrante delito Edson Vinicius de souza Barbosa de 20 anos. Uma guarnição do PETO e da Moto Patrulha foram  acionadas via telefone 190 e informadas que havia uma caminhonete com restrição de roubo circulando na cidade, diante das informações os policiais realizaram buscas até  localizarem o veículo próximo a Cesta do Povo no centro de Santa Maria da Vitória. O acusado foi conduzido até a delegacia onde foram tomadas as medidas de praxes.











Edson  Vinicius de souza Barbosa



Chave "Micha" que pode ter sido usada para furtar o veículo.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

14 comentários:

  1. cade a foto do carro e do cara e porque nao colocou

    ResponderExcluir
  2. O que muitas pessoas ao criarem uma página na internet não sabem, é que nem tudo que se vem a cabeça é permitido. Existem regras e leis criadas justamente para proteger o mundo da internet.Ao criar uma página no Facebook algumas pessoas começam a postar tudo que tem vontade, sem se preocupar com as consequências de seus atos. Muitas vezes usam até de baixaria e apelação para terem acessos, difamam e denigrem a imagem de alguém ou de empresa, na tentativa desespera de ser visto e ganhar seguidores e curtidas.Alguns chegam a ponto de cometerem crimes de verdade, como usar a foto de alguém ou uma marca, fazem uma montagem, expondo a pessoa ou a empresa ao ridículo, usam sem ter se quer a decência de pedir ou ao menos evitar constrangimento e exposto por "copiar, desfigurar e colar" na internet.Essa é a diferença entre um profissional e um amador. Os profissionais são aqueles que antes de criarem uma página na web, estudam e aprendem leis, códigos e normas de éticas, para sempre criarem conteúdos de boa fomatação, sem ofender e prejudicar ninguém, proporcionando assim uma página com credibilidade, conteúdo de qualidade.Mas é para isso que existe leis e normas que protegem as pessoas e empresas vítimas de calunia e difamação na internet. O uso indevido de imagem alheia é crime.  Essa é  a lei Civil – Direito de imagem – Reprodução indevida – Lei nº 5.988/73 (art. 49, I, f) – Código Civil (art. 159) e o uso indevido de imagem/criação a Lei do Direito Autoral é 9.610/98.

    ResponderExcluir
  3. O que muitas pessoas ao criarem uma página na internet não sabem, é que nem tudo que se vem a cabeça é permitido. Existem regras e leis criadas justamente para proteger o mundo da internet.Ao criar uma página no Facebook algumas pessoas começam a postar tudo que tem vontade, sem se preocupar com as consequências de seus atos. Muitas vezes usam até de baixaria e apelação para terem acessos, difamam e denigrem a imagem de alguém ou de empresa, na tentativa desespera de ser visto e ganhar seguidores e curtidas.Alguns chegam a ponto de cometerem crimes de verdade, como usar a foto de alguém ou uma marca, fazem uma montagem, expondo a pessoa ou a empresa ao ridículo, usam sem ter se quer a decência de pedir ou ao menos evitar constrangimento e exposto por "copiar, desfigurar e colar" na internet.Essa é a diferença entre um profissional e um amador. Os profissionais são aqueles que antes de criarem uma página na web, estudam e aprendem leis, códigos e normas de éticas, para sempre criarem conteúdos de boa fomatação, sem ofender e prejudicar ninguém, proporcionando assim uma página com credibilidade, conteúdo de qualidade.Mas é para isso que existe leis e normas que protegem as pessoas e empresas vítimas de calunia e difamação na internet. O uso indevido de imagem alheia é crime.  Essa é  a lei Civil – Direito de imagem – Reprodução indevida – Lei nº 5.988/73 (art. 49, I, f) – Código Civil (art. 159) e o uso indevido de imagem/criação a Lei do Direito Autoral é 9.610/98.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Transitar com veículo com restrição de furto ou roubo ainda é crime no Brasil, código penal artigo 180 (receptação)e sem possuir CNH ou permissão para dirigir e crime de trânsito artigo 309 do CTB. Quanto a calúnia é quando alguém imputa um fato criminoso a alguém que é inocente o que não foi o caso do Edson, difamação é quando alguém denigre a imagem de alguém.Em relação a imagem veja:
      A imagem não deve ser divulgada quando está em jogo a dignidade da pessoa. Se um inocente tem a sua imagem exposta como culpado, sua vida social, profissional e social é arrasada. Nessa situação, não há reparação possível. Mas, excepcionalmente, quando existe o dever do Estado de responder ao crime, as imagens devem ser divulgadas — analisa Melaragno.

      Fonte: SITE o globo 16/012014

      Excluir
    2. O blog exerce o ótimo serviço ao cidadão de bem, pois mantem a população informada sobre as ocorrências policiais e mostra quem é quem. Que pagar de padrão vai trabalhar honestamente e depois compre um carro justamente.

      Excluir
    3. sempre vendi picolé,engraxei sapato,e trabalhei em supermercado,consegui comprar um monarcão.conseguia namorada e curtia bastante a vida.pra conseguir ter um carro tive que ir morar em outro estado e trabalhar mais ainda.Agora fica esse bando de vagabundo querendo ter carro ou moto.sem nunca ter se quer assinado sua carteira de trabalho em uma empresa.vai trabalhar ou então,sua cara sera mostrada muintas vezes nas paginas policiais

      Excluir
    4. antes ser "amador" do que ser ladrão de carros!!!!!

      PARABÉNS COTIDIANO POLICIAL POR MOSTRAR A CARA DESSES BANDIDOS TRAVESTIDOS DE CIDADÃOS DE BEM!!!!!

      SANTA MARIA DA VITORIA CRESCEU DEVIDO A ROUBO DE CARGAS E LAVAGEM DE DINHEIRO. MUITO PORRETÃO DA SOCIEDADE MEXE OU MEXEU COM PORCARIA E SE FOR LISTAR AQUI ESSA PÁGINA NÃO CABERIA!!!!!!

      Excluir
  4. SE ELE NAO QUISESSE APARECER EM PAGINAS POLICIAIS NAO ANDAVA COM CARRO ROUBADO...TEM QUE MOTRAR A CARA DESSES VAGABUNDOS MESMO...

    ResponderExcluir
  5. A grande verdade é que esses vagabundos travestidos de cidadãos de bem, querem a todo custo ascensão social através do suor alheio.
    Estudar e trabalhar infelizmente já não faz parte dos planos de boa parcela da população jovem.
    A prática e o acesso as coisas ilegais são cada vez mais comum em busca do dinheiro rápido e fácil.
    Temos de dar um basta nessa ilegalidade, e a nossa PM está empenhada em desbaratar essa quadrilha de parasitas que quer viver as custas do trabalho e suor alheio.
    Há muito o que se fazer, mais pouco a pouco estamos vendo os resultados.
    CADEIA NESSES VAGABUNDOS RECEPTADORES!
    PARABÉNS PM!

    ResponderExcluir
  6. " Eu so sei de uma coisa o rapaz e de bem ..!!
    Primeiramente ele não robou nada. Em segundo lugar pelomenos o que nois sabemos o carro não era dele.!! Ele so estava conduzindo o veiculo na inocencia sem saber que o veiculo estava com restricao furto, pelo seu patrasto chamado Vands como ao nosso ver ele deichou o rapaz que se chama "EdsonVinicius e sumiu sem deichar nem uma pista!! Mais não se preucupe Edson Vinicius a justica de Deus tarda mais não falha!!!

    ResponderExcluir
  7. Difamação na internet. O uso indevido de imagem alheia é crime. Essa é a lei Civil – Direito de imagem – Reprodução indevida – Lei nº 5.988/73 (art. 49, I, f) – Código Civil (art. 159) e o uso indevido de imagem/criação a Lei do Direito Autoral é 9.610/98.

    ResponderExcluir
  8. Eu conheço o Vinicius também .. Tenho certeza que o carro não é dele, ele foi pego com o carro do padrasto dele, ele sim é ladrão vagabundo .. Agora o Vinicius não tem nada aver com isso .. Com fé em Deus tudo vai ser esclarecido .

    ResponderExcluir
  9. Nao existe direito de imagem quando é interesse de cunho social ou seja: o interesse da sociedade prevalece sobre o direito de imagem.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.