,

,

.

.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

PM PRENDE HOMEM ACUSADO POR APLICAR VÁRIOS GOLPES NA REGIÃO

A Polícia Militar de Palmas de Monte Alto, através dos soldados Sérgio Jurema e Ribeiro, prenderem o estelionatário João Paulo Neres da Silva, residente à Rua Osvaldino Pereira Donato, 254, no Bairro São Sebastião em Guanambi. A prisão foi realizada na manhã desta quinta-feira (14), no povoado de Altamira, zona rural do Município. João Neres responde a procedimentos policiais nas cidades de Brasília – DP, Santa Maria da Vitória, Iuiu, Guanambi (Zona Rural de Morrinhos e Povoado de Tanquinho) e por último no município de Palmas de Monte Alto por prática de estelionato, quando o golpista se passava por representante de uma empresa de granito, das Casas Bahia ou dono de uma firma com prestação de serviço na região. A polícia iniciou as investigações após denúncia registrada pelo lavrador João Batista Rocha, informando que no dia 06 de agosto havia recebido a visita de um suposto representante de uma empresa que extraia granito, identificado como João Paulo. O estelionatário possui ocorrências registradas em cidades de Minas Gerais. No momento da prisão, o acusado levava vários cheques, cópias de documentos, notas fiscais, cópias de contratos, recibos de depósitos e objetos, como carteira de bolso, óculos, celulares, entre outros. João Neres estava em um Fiat Uno, cor branca, placa policial OKR-4373, ano 2012, modelo 2013 – Licença de Guanambi em nome Olívio Joaquim da Silva. Algumas vítimas compareceram à Delegacia e reconheceram o estelionatário, que agora está na 22ª COORPIN, preso, à disposição da justiça.
Fonte:Sudoestebahia



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.