,

,

.

.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

TRAFICANTES DE BOM JESUS DA LAPA SÃO TRANFERIDOS PARA RDD

Os traficantes Francileno de Jesus Nunes o “Sú”, José Nativo Ferreira de Almeida Filho, “o Nativinho” e Franclin Darleg de Oliveira Lima   foram transferidos para uma penitenciaria de segurança máxima em regime de RDD. Recolhido na Mata Escura, Sú continuava dando ordens pelo celular. 
 
 A partir de 25/06/2013 e até 30/01/2014 os membros da organização criminosa tiveram seus telefones grampeados, inclusive o “SÚ” Francileno de Jesus Nunes, que a partir do presídio orientava os membros da quadrilha quanto à distribuição e traficância de entorpecentes. “SÚ” o  FRANCILENO DE JESUS NUNES foi preso em Salvador  em 17/07/2013, na região do Comércio, por investigadores do Grupo de Operação e Captura (GRAC), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Regime Disciplinar Difereciado (RDD) é objeto da Lei brasileira nº 10.792 que alterou a Lei de Execuções Penais e o Código de Processo Penal no país. 
Histórico
Motivada pela organização de facções criminosas, atuantes em presídios, principalmente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, a Lei foi criada com argumento motivacional de buscar dificultar as ações organizadas e supostamente lideradas por internos dospresídios, tais como o Comando Vermelho (CV), no Rio de Janeiro, e o Primeiro Comando da Capital (PCC), em São Paulo. A Lei passou a vigorar a partir de 2 de janeiro de 2003 no Brasil, aprimorando normas relativas ao interrogatório e instituiu o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD). Baseou-se em experiências efetuadas no estado de São Paulo, nas penitênciárias de Avaré, Taubaté e nopresídio de segurança máxima de Presidente Bernardes.
Aplicação
A Lei prevê a aplicação do RDD para o reeducando que estiver cumprindo pena por condenação ou estiver temporariamente em reclusão. No RDD o preso é mantido em cela individual 22 horas por dia, podendo ser visitado por até duas pessoas em uma semana, tomando um banho de sol por dia de duas horas no máximo. Não é permitido ao preso receber jornais ou ver televisão, enfim qualquer contato com o mundo externo. O preso poderá ficar sob este regime por 360 dias, renováveis por mais dias, mas não poderá exceder 1/6 da pena a ser cumprida, tendo que retornar ao regime prisional tradicional. O artigo 52 da Lei de Execuções Penais foi alterado, determinando a aplicação do RDD caso haja práticas, por parte do detento, de fatos previstos como sendo crime doloso e que ocasione a subversão da ordem ou disciplina interna. A Lei prevê ainda a possibilidade de isolamento preventivo do preso, 10 dias antes da autorização judicial para que o preso seja submetido ao regime. Outras medidas ainda foram tomadas, visando manter o isolamento dos presos, tais como a instalação de detectores de metais nos presídios e utilização de bloqueadores de celular e rádio transmissores. 
Mossoró: fuga em penitenciária é quase impossível
Para cada detento, há três agentes federais. Além disso, são 280 câmeras espalhadas por todas as áreas, que fiscalizam a unidade 24 horas por dia.














← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.