,

,

.

.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

APÓS PRISÃO DE PRISCO, POLICIAS MILITARES PODEM RETOMAR A GREVE

 O deputado capitão Tadeu convocou todos os policiais militares a pararem suas atividades. Em entrevista a apresentadora Jéssica Senra, na Rádio Sociedade, na tarde desta sexta-feira (18), ele assumiu o camando da greve e disse que a tropa vai parar até que o vereador e coordenador-geral da Aspra (Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia), Marco Prisco, seja libertado. Capitão Tadeu afirmou que o governador Jaques Wagner traiu os PMs. Prisco assina um acordo, mesmo contrariando uma boa parte da tropa, para acabar a greve e indo com a família dela para descansar, em um hotel na Linha Verde, é interceptado bruscamente, de uma forma feroz e a PF (Polícia Federal) o prende, algema e conduz para Brasília. Isso aí é uma traição inominável do governo do Estado. O líder do movimento grevista da PM foi preso, na tarde desta sexta-feira, a pedido do MPF-BA (Ministério Público Federal na Bahia). O pedido de prisão preventiva ajuizado pelo MPF foi concedido pela Justiça Federal em 15 de abril e a prisão foi realizada nesta tarde, pela PF, em um resort em Costa do Sauípe. De acordo com informações do MPF, o pedido foi feito na segunda-feira (14) dentro da ação penal movida em abril de 2013, que denunciou sete pessoas entre vereadores, soldados e cabos da PM por diversos crimes, a maioria deles contra a segurança nacional, praticados durante a greve realizada em 2012.
Fonte: R7








← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.