,

,

.

.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

DICAS DE COMO NÃO TER SUA MOTO ROUBADA/FURTADA

A PEDIDOS DOS LEITORES, VAMOS POSTAR NOVAMENTE AS DICAS PARA EVITAR RUBO OU FURTO DE SUA MOTOCICLETA!!!!


Ultimamente em nossa região, tem se tornado bastante corriqueiro os assaltos a motocicletas. Segundo informações policiais, a preferência dos bandidos são as motos HONDA BROS por serem de grande valor comercial e pela facilidade de fuga por estradas vicinais, dificultando o trabalho da polícia.

Em Santa Maria e São Félix foram registrados diversos casos de roubos e furtos a HONDA BROS neste ano e recentemente, uma dupla vem agindo de forma violenta e tendo casos até de vítimas sendo agredidas.

Daremos algumas dicas de como evitar roubo ou furto a sua motocicleta. Lembramos que é de grande importância NUNCA REAGIR a uma abordagem de um bandido e também NUNCA AVISAR ONDE BLITZ POLICIAIS ESTÃO SENDO REALIZADAS pois poderá estar informando a um bandido de uma barreira policial que pode recuperar uma motocicleta roubada.


Evitando ROUBO
1) Quando estiver andando, ande sempre rápido, não fique passeando distraído, observando a paisagem, o céu azul e etc... Quando sair com a moto, já tenha em mente o seu destino e o caminho que vai fazer para chegar lá, e faça o caminho rápido. Evite parar em semáforos e cruzamentos, fique observando de longe para ver se ele está fechado, e se estiver, diminua a velocidade para dar tempo de ele abrir antes de você chegar até ele e ter que parar. Quanto menos você colocar os pés no chão, melhor.

2) No trânsito, se vê uma dupla (piloto e carona) no seu retrovisor ou ao lado, procure manter distância, vá para o lado oposto da pista e deixe que se afastem. Em SP é muito comum este tipo de dupla. Eles emparelham com vc, o carona sempre armado manda vc encostar, e adeus "amiga", lá se vai seu patrimônio. Vale acrescentar que se sentir que estão te seguindo pare em um posto ou em local movimentado. Se avistar uma viatura policial pare ao lado e peça informação sobre uma rua qualquer só para disfarçar, e os "supostos ladrões" acharem que vc os denunciou e desaparecerem.

3) Pilote atento ao trânsito. Alguns casos de assalto acontecem quando um carro fecha você, te derrubando ou te obrigando a parar. Isso pode ser evitado se você estiver atento e conseguir se esquivar a tempo. Motos são mais ágeis, mas o piloto precisa ser também.

4) Não use a chave pendurada no pescoço, como fazem alguns motoboys. Isto facilita para o ladrão, pois ao vê-lo, ainda que vc esteja longe da moto, saberão que vc é motoqueiro e poderão segui-lo para roubar.

5) Não tente fugir de uma perseguição com uma moto maior que a sua. Alguns ladrões usam motos esportivas para abordar as vítimas. Se este for o caso, reconheça que não há o que fazer e simplesmente entregue a moto. Alguns ladrões fazem vc descer e enquanto um aguarda com a arma em você, outro circula pelo quarteirão pra ver se a moto vai parar. Então, se o ladrão perguntar sobre alarme na moto, entregue o sensor, não vale a pena arriscar sua vida por isso.

6) Jamais empreste sua moto, nem para o melhor amigo; além do risco dele se envolver em acidente, e a responsabilidade será toda sua, ele certamente não tomará nenhum cuidado - estará mais preocupado em curtir o passeio ou cumprir compromisso qualquer que tenha. Se a pessoa é muito amiga, prefira levá-la ao local que ela deseja.

7) Caso saia a noite, jamais trafegue por locais desconhecidos, opte sempre por ruas e avenidas velhas conhecidas suas. Isto facilita a fuga se necessário for. Além disto, em locais estranhos não temos como adivinhar onde há perigo (áreas de risco). Aqui se vc errar o caminho a noite é quase certo de passar onde não deveria e perder a companheira.

8) Ao entrar ou sair de casa, sempre observe o movimento da sua rua. Circule o quarteirão à procura de alguém suspeito. Se houver, dê mais uma volta, e se mesmo assim o sujeito não sair vá até uma delegacia e peça uma escolta policial até sua casa. Ao parar em frente de sua casa, não desça da moto e observe para ver se alguém começa a correr, ou andar em sua direção. Se isso acontecer, engrene a primeira e vá embora. Peça para alguém abrir o portão para você entrar rápido e fechar rápido. Se não puder, então tente instalar um portão automático em casa.

Em caso de roubo, vale a máxima: "a vida não tem preço". Não reaja em hipótese alguma, procure manter a calma e memorizar as principais características dos assaltantes (lembre-se que detalhes como altura, cor da pele, cabelo, idade aproximada e roupas, são importantes para que os policiais possam identificar os suspeitos); ligue para o fone 190, transmita as características dos assaltantes e direção que tomaram, após faça o registro na Delegacia. São pouquíssimas as chances da polícia recuperar sua moto, porém, quem sabe não é seu dia de sorte.



Evitando FURTO
1) Utilize sempre um cadeado/tranca de freio (disco). O simples fato do ladrão ver o cadeado, se ele não dispuser de ferramenta para rompê-lo naquele momento, o fará procurar outra moto, sem cadeado/tranca é claro. É muito barato e vale a pena. Recomendo qualquer tranca de disco de freio, se possível em cores chamativas para desanimar o ladrão ao ver a tranca. Não recomendo correntes, já que existem ferramentas que cortam aquilo como manteiga.

2) Tenha um segredo anti-furto na sua moto e use-o ao estacionar. Pra quem não sabe, SEGREDO é um interruptor que fica escondido em qualquer lugar da moto, embaixo do banco, do tanque, dentro da caixa de filtro de ar, perto do escapamento... enfim, qualquer lugar onde você consiga fixar (e esconder) um interruptor. A função deste interruptor é simples: cortar a ignição. É barato e prático.

3) Instale um alarme de boa qualidade na moto. Alarmes possuem acionamento remoto e sensor de presença. O sensor corta a corrente da moto quando você se afasta demais. Recomendo o Positron Duoblock, que inclusive está disponível nas concessionárias Dafra custando em média $220 sem perda de garantia. *NOTA: Se vc for abordado e o bandido pedir o controle/sensor do alarme, entregue-o. A vida não tem preço.


4) Se possível, instale um bloqueador com monitoramento remoto. Não evita exatamente o roubo ou furto, mas ajuda na localização do bem. Funciona por GPS, radio ou GSM. Alguns permitem que se visualize onde moto andou, em qual velocidade e também se está ligada ou não. Pode ainda criar uma “cerca eletrônica” e caso a moto saia do perímetro delimitado o motociclista é avisado por SMS.
Uma das desvantagens é a necessidade de ter de pagar uma mensalidade para o serviço de monitoramento, e a outra é que eles garantem localizar a moto, porém não há indenização material.

5) Seguro: a melhor opção, e também a mais cara. Seguro de moto na região de SP ou RJ é complicado. O preço do seguro varia de acordo com o modelo da moto, o custo da reposição de peças, o índice de roubo do modelo e o perfil do cliente. Exemplo: Um rapaz de 20 anos, solteiro, residente na zona sul de SP e proprietário de uma CG 150 sairia um absurdo, cerca de 50% do valor da motoca. Por outro lado, um adulto de 35 anos, casado e filhos, residente em Jundiaí e com uma Apache por exemplo, sairia bem mais em conta. Seguro pra nossa Apache varia entre $1000 a $2500/ano. Procure fazer uma cotação com sua seguradora. Algumas dão desconto no prêmio caso a moto possua rastreador.

6.1) Evite estacionar a moto na rua. Por maiores que sejam os acessórios de segurança, podem simplesmente encostar um furgão ao lado da moto e levar embora (principalmente moto pequena). Além disso, o ladrão pode ficar vigiando a moto até que você chegue perto, para então te assaltar. Tente localizar um estacionamento com seguro.
6.2) Se precisar parar na rua, sempre estacione ao lado de outras motos, nunca deixe sua "querida" sozinha ou destacada do grupo (de motos) - onde há muitas motos, há sempre um motoqueiro chegando para pegar a dele, e isto inibe a ação de ladrões.

7) Estacione em ruas bem iluminadas à noite. Evite estacionar em ruas paralelas, onde há poucos traseuntes. Locais escuros então, nem pensar.


8) Quando estiver voltando para apanhar sua moto, antes de se aproximar (disfarçadamente) dê uma boa olhada em volta, para ver se não tem ninguém suspeito (indivíduo parado próximo, normalmente com casaco ou camisa larga para esconder a arma em baixo, dupla de caras "à toa", aguardando não se sabe o quê ali perto, etc.). Se desconfiar, disfarce, dê meia volta e aguarde um pouco para ter certeza de que não há risco.

9) Não deixe sua amiga dormir na rua, nem por uma noite. Se onde mora não tem garagem, alugue um estacionamento ou consiga espaço para guardá-la com o vizinho/amigo. Se for pernoitar com ela fora de casa, procure verificar antes se no destino haverá um local seguro tb para a moto pernoitar, e se não houver, prefira ir de ônibus.

10) Nunca fique bobeando ao lado da moto na rua, mostrando ou conversando com amigos, acelerando ou sentado em cima, mesmo que isso seja na rua da sua casa. O ladrão sempre chega de surpresa e te rende. Nunca fique perto da moto se não estiver rodando com ela. Os amigos curtem a sua moto, mas quem tem que cuidar do patrimônio e dos custos é você. Deixe pra fazer isso num posto ou num bar cheio de gente.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

3 comentários:

  1. muito bom gostei ! valeu pelas dicas

    ResponderExcluir
  2. umas dicas excelentes, gostei, tem um detalhe que me deixou um pouco preocupado, tenho o costume de andar com a chave da minha jumenta pendurada no pescoço.
    valeu.obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Ainda existem uns BABACAS que ficam com garotinhas paquerando por ruas desertas. Vá logo pro motel, mané, nao ponha sua vida em risco nem a da garota. Deixa de ser idiota.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.