,

,

.

.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

POLICIAIS MILITARES DA 28ª CIPM/IBOTIRAMA FRUSTRAM TENTATIVA DE FUGA EM CARCERAGEM

Policiais Militares da 28ª CIPM/IBOTIRAMA frustraram no início da madrugada de hoje, por volta de 1hora da manhã. Policiais da ROCAM e uma guarnição de rádio patrulhamento fizeram a revista onde foram encontrados em poder dos presos facas artesanais, chunchos, celulares, diversos carregadores, cocaína, maconha, brocas e serras. Uma das grades já havia sido serrada e provavelmente a fuga ocorreria ainda essa madrugada. 

Um ótimo trabalho rápido dos guerreiros da 28ª CIPM que conseguiram evitar uma fuga em massa.





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

3 comentários:

  1. Esse tipo de ocorrência é comum no oeste baiano, haja vista, que no mesmo não existe nenhum presídio, logo, todos os encarcerados estão de forma improvisada em delegacias, sendo que essas não tem nenhuma estrutura para recebe-los, Além disso, os investigadores são meio que obrigados a serem babás dos mesmo, deixando na maioria das vezes de fazer o próprio oficio.
    Assim, a população como sempre sai perdendo, isso tudo pode ser resolvido, ou pelo menos minimizados com a construção de um presídio.

    ResponderExcluir
  2. Essa DT bate record em fuga e em tentativas de fuga, mas, fica apenas um policial para fazer tudo, e com certeza é frágil, depois que culpar o servidor, o Estado se omite e poe a culpa em...

    ResponderExcluir
  3. Há, parabéns aos policias da 28 que incansavelmente , mesmo com as dificuldades não se exitam em fazer o a mais, pois, o básico é feitos por todos.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Cotidiano Policial. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Nossa equipe poderá retirar, sem prévia notificação, comentários que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.